O kobe beef é uma inigualável carne bovina, proveniente do Wagyu, que em japonês significa, “vaca japonesa”. A partir daí fica estranho definir qual é a raça do famigerado wagyu. Bom, para entender isso é preciso conhecer um pouco da história dessa maravilhosa carne, genuína de regiões japonesas.

No século II, gados foram transportados da Coréia para o Japão, com apenas a finalidade de auxílio na agricultura. Devido aos terrenos acidentados e muitas ilhas no território japonês, cada região acabou desenvolvendo um tipo diferente e bem marcante de gado. Algumas prezaram por força do animal e outras pela qualidade da carne. As regiões de Tottori e Tajima foram as que desenvolveram a ótima qualidade do Wagyu, hoje em dia os cortes provenientes de Tajima são considerados os melhores e a raça é a Kuroge Wagyu (Black Wagyu).

 

Bigstock - PaulCowan

Bigstock – PaulCowan

 

O alto preço da carne desse gado é justificado pela sua criação. Primeiramente, o wagyu só pode ser criado em certas regiões japonesas e é alimentado com cerveja ou saquê (para estimular o apetite do gado nos meses mais úmidos e garantir a maciez da carne e a farta alimentação/engorda, além de deixá-los letárgicos), outra técnica é a de fazer massagens constantes para evitar cãibras e estimular os músculos de gados que vivem em fazendas pequenas e sem espaço para exercícios. A qualidade da carne também é influenciada pela sua linhagem, atualmente são 3, a Doi, Nami e Manryu.

 

De preparo semelhante à carne Angus, no Clube da Carne você encontra o wagyu, um corte que segue diversas avaliações científicas para manter a melhoria contínua, de marmoreio sensacional. Sem dúvidas vale a pena experimentar.

Voltar para o blog

Tags: , , , ,