A Carne de Onça é um delicioso prato preparado à base de carne moída crua. Carne bovina, não de felino como o nome sugere! 

 

Sua forma de preparo e apresentação é bastante variada, mas quase sempre leva cebolinha, cebola e mostarda como principais temperos.

 

ORIGENS

 

A Carne de Onça é uma versão brasileira do original alemão Mett – ou Hackepeter, a depender da região da Alemanha. Isso explica porque o prato é tão tradicional nas regiões de maior influência germânica no Brasil, como Curitiba.

 

Há inclusive quem diga que o legítimo prato curitibano é a Carne de Onça. E o comentário tem fundamento, afinal a maioria dos bares tradicionais da cidade oferece a iguaria.

 

PRATOS IRMÃOS DA CARNE DE ONÇA MUNDO AFORA:

 

Steak Tartare (França)

 

Quibe Cru (Líbano, Síria e Iraque)

 

Kafta Crua (Líbano e Síria)

 

PARA FAZER EM CASA

 

Encontramos uma receita muito bacana da verdadeira Carne de Onça Curitibana no site www.ilhadoteixeira.com.br. Lá vai:

 

A CARNE:

Compre a carne – patinho, limpo de nervuras e gorduras, e moído em 2 ou 3 passadas na máquina, não mais do que isso. O ideal é comprar a carne poucas horas antes do preparo. A quantidade é de cerca de 200 a 300 gramas por pessoa.  

 

O Clube da Carne já oferece carne moída 100% pronta para Carne de Onça. E o melhor, carne de Angus!

 

OUTROS INGREDIENTES:

 

Pão preto fatiado (broa úmida de centeio);

Cebola;

Cheiro verde;

Sal;

Pimenta do reino;

Ovos (só usaremos as gemas);

Molho de pimenta vermelha (ou uma variedade à sua escolha);

Mostarda preta;

Molho inglês;

Maionese;

Limões (siciliano ou galego dão mais aroma e sabor).

 

MODO DE PREPARO:

 

  1. Coloque sobre as fatias de broa uma camada leve de maionese, em um prato grande.

 

  1. Sobre a maionese coloque umas 150 gramas de carne (sem temperar antes).

 

  1. Adicione sal e molho de pimenta vermelha, além de um pouco de limão e de mostarda.

 

  1. Coloque uma colher ou duas (de sobremesa) de gema de ovo, sobre a carne temperada.

 

Muito importante – deixe a carne leve e solta. Não a esmague quando espalhar a carne sobre o pão, com um garfo.  Apenas a ordene sobre o pão, suavemente.

 

  1. Agora coloque a cebola bem picada.

 

  1. Sobre a cebola, coloque cheiro verde – aqui a sugestão é exagerar!

 

  1. Salgue novamente.

 

  1. Adicione molho inglês, pimenta do reino (pouca) e enfeite com linhas de maionese.

 

  1. Para encerrar, regue com um bom azeite de oliva.

 

  1. Saboreie!

 

A grande exclusividade da Carne de Onça Curitibana é a ausência de temperos batidos com a carne.

 

ONDE COMER EM CURITIBA

 

Sugerimos algumas Carnes de Onça que você precisa conhecer em Curitiba. Nossa seleção partiu da grande diferença na forma, apresentação e sabor dos pratos entre os três bares.

 

Bar do Pudim – servida sobre uma broa preta, com generosa camada de cebolinha, cebola e mostarda escura. Delicie-se neste que é um dos bares mais tradicionais da capital. Lanche em formato individual.

 

Bar Schimmel – lá chama-se Hackepeter. Vem servido com pães em separado. Em sua receita existem alcaparras e anchovas. Seu sabor é de exclusividade única. Acompanha mostardas e raiz forte. Prato em formato ideal para 2 ou 3 pessoas.

 

Mercearia Fantinato – um carrinho é trazido até sua mesa. Nele, o próprio garçom – com habilidade digna de chef de cozinha – monta na sua frente a Carne de Onça. Sim, no meio do salão! 

 

Você pode inclusive pedir mais ou menos de determinado ingrediente. Alerta aos que não gostam de alho: por padrão, eles capricham neste condimento. Caso não goste de exageros, avise o garçom já no início do processo.

 

ALGUMAS CURIOSIDADES

 

O nome Carne de Onça tem origem no hálito dos seus apreciadores!

 

O prato original, Hackepeter, é feito de carne suína crua. Parece um prato difícil para nós brasileiros, não? Vale a reflexão de como a cultura nos impõe limites gastronômicos que precisamos superar.

 

O Clube da Carne oferece carne 100% pronta para o preparo de Carne de Onça. E o melhor, com todo o sabor que só a carne Angus oferece.

 

Agora é a sua vez! Prepare em casa, compare com as opções servidas em diferentes bares e restaurantes e invente a sua própria Carne de Onça.

 

Voltar para o blog